Encerramento do Carmelo de Beja, da Ordem do Carmo

Comunico-vos que hoje, dia 22 de outubro de 2019, o comissário da Ordem do Carmo, Pe. Ricardo Rainho, O.Carm e a Madre presidente da federação Mater et Decor Carmeli de monjas carmelitas, Madre Maria Dolores Domingues, O. Carm os quais juntamente comigo executaram o decreto de supressão deste mosteiro, assinado em Roma no dia 12 de julho de 2019, pelo Arcebispo Secretário da Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, D. José Rodriguez Carballo, OFM, tendo como motivo a falta de irmãs na comunidade de acordo com a legislação aprovada pela Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, especificamente o documento Cor orans, no seu nº 70.

Em nome da diocese agradeço do coração às irmãs carmelitas a sua presença orante no meio de nós durante estes 65 anos.

A diocese fica mais pobre sem este pulmão espiritual de vida contemplativa, e faremos o que nos for possível para que, brevemente, uma nova comunidade possa habitar entre nós.

Comunico-vos que após a saída das irmãs, a missa dominical continuará ser celebrada na capela do mosteiro.

Beja, 22 de outubro de 2019

+ João Marcos, bispo de Beja

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e esteja a par de todas as novidades!


Apontadores